De virada, Botafogo vence o Marília na estreia da Copa Paulista - Botafogo Futebol SA

Notícias do Botafogo Orgulho de Ribeirão

novembro 05 2020 0comment

De virada, Botafogo vence o Marília na estreia da Copa Paulista

Agência Botafogo
imprensa@botafogofutebolsa.com.br

O Botafogo estreou com o pé direito na Copa Paulista. Nesta quinta-feira (5), o Tricolor venceu o Marília por 4 a 3, no Estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal, em Marília, pela primeira rodada da Copa Paulista.

Com o resultado, o Pantera soma três pontos no Grupo 1, mesma pontuação do Novorizontino, que venceu o Rio Preto por 3 a 1, e leva vantagem no saldo de gols.

Os gols do Botafogo foram marcados por Dudu Hatamoto (17 anos), que balançou as redes duas vezes, João Victor (20 anos) e Emerson (20 anos).

Agora, o Botafogo volta a campo pela competição na próxima quarta-feira (11), quando enfrenta o Rio Preto, às 15h, no Estádio Santa Cruz.

O JOGO

O Botafogo entrou em campo com uma equipe formada em sua maioria por jogadores revelados nas categorias de base do clube. A média de idade do time na competição para essa primeira rodada foi de 19,3 anos.

Mesmo com um time jovem, o Tricolor criou a primeira oportunidade de gol. Aos 12 minutos, Murilo Oliveira fez boa jogada, saiu na cara do gol, mas chutou em cima do goleiro Igor Castro.

Na sequência, o Marília respondeu e quase abriu o placar com Jean Carlos, que desperdiçou excelente chance na pequena área. Pouco depois, Jean Carlos aproveitou cruzamento da direito do ataque e cabeceou para o gol, abrindo o placar.

O Pantera, porém, não se abateu e conseguiu a virada ainda no primeiro tempo. Aos 30 minutos, Dudu Hatamoto partiu em velocidade, saiu da marcação e após entrar na área, driblou o goleiro, empatando a partida. Aos 45, após cruzamento de Marlon, o camisa 7 finalizou firme e marcou o segundo dele e do Tricolor no confronto.

No começo da segunda etapa, o Marília empatou o jogo. Geninho subiu mais que a marcação e deixou tudo igual.

Aos 13, Calabres recebeu ótimo cruzamento de Dodô e cabeceou no gol, exigindo boa defesa do goleiro. Aos 28, o Botafogo passou na frente novamente. João Victor aproveitou o rebote do goleiro e acertou o ângulo direito.

Na reta final da partida, o Tricolor ficou com um jogador a menos após Calabres cometer uma falta parando o contra golpe do time adversário. Mesmo assim, aos 44, Emerson, que entrou no segundo tempo, aproveitou o erro do setor defensivo rival e fez o quarto.

Nos acréscimos, Geninho, de cabeça, descontou para o Marília.

No minuto final, Rondinely também recebeu cartão vermelho. Mesmo com dois a menos, o Pantera assegurou a vitória fora de casa.

FICHA TÉCNICA

MARÍLIA X BOTAFOGO
LOCAL: Estádio Municipal Bento de Abreu Sampaio Vidal, em Marília
DATA: 5 de novembro, quinta-feira
HORÁRIO: 17h (de Brasília)
ÁRBITRO: José Cláudio Rocha Filho
ASSISTENTES: Daniel Paulo Ziolli e Diego Morelli de Oliveira
CARTÕES AMARELOS: Diogo Calixto e Léo Bahia (Marília); Calabres, Caetano e Rondinely (Botafogo)
CARTÃO VERMELHO: Calabres e Rondinely (Botafogo)
GOL: Jean Carlos, aos 17 minutos do primeiro tempo, Geninho aos 4 do segundo tempo e aos 46 (Marília); Eduardo Hatamoto aos 30 e aos 45 minutos do primeiro tempo. João Victor, aos 28 segundo tempo e Emerson aos 44 da segunda etapa (Botafogo).
MARÍLIA: Igor Castro; Bruno Oliveira, Geninho, Marcos Vinícius (Léo Couto) e Diogo Calixto; Júnior Santos; Felipe Cordeiro (Kelvy) e Orlando; Luan Gama (Danilo Melega), Jean Carlos (Gustavo Nescau) e Léo Bahia. TreinadorGuilherme Alves
BOTAFOGO: Léo; Marlon, João Victor, Matheus e Layon (Rayan); Calabres, Caetano (Tocantins), Wesley (Rondinely); Dodô, Eduardo Hatamoto (Emerson) e Murilo Oliveira (Dentinho). Treinador: Samuel Dias.