Notícias do Botafogo Orgulho de Ribeirão

julho 04 2022 0comment

De virada, Botafogo vence o Campinense, conquista a 3ª vitória consecutiva e pula para o 5º lugar

Agência Botafogo
imprensa@botafogofutebolsa.com.br

Com um futebol convincente, o Botafogo venceu o Campinense por 3 a 1, de virada, neste domingo (3), no Estádio Amigão, em Campina Grande, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C.

Os gols botafoguenses foram marcados por Gustavo Xuxa (2) e Luketa. O camisa 10 marcou o primeiro de falta e o segundo em cobrança de pênalti. Já o prata da casa fez o seu logo após entrar na etapa complementar e receber passe de Bruno Michel.

Com a vitória, a terceira consecutiva, o Tricolor pulou para a quinta colocação, com 20 pontos –um a menos do que o Botafogo-PB, quarto colocado.

Antes do triunfo sobre o Campinense, o time comandado por Paulo Baier havia vencido o Vitória e o Manaus. Assim, o treinador agora tem três vitórias, um empate e duas derrotas no comando da equipe.

Agora, o Botafogo volta a campo no próximo domingo (10), às 11h, quando enfrenta o Ypiranga-RS, rival direto na briga pela classificação, no Estádio Santa Cruz.

O JOGO

Com o objetivo de conquistar a terceira vitória consecutiva, o treinador Paulo Baier colocou em campo um time teoricamente mais ofensivo. Ele escalou os atacantes Lucas Delgado, que retornava de suspensão, e João Diogo nos lugares de Tiago Reis e Tárik, suspenso, respectivamente.

Porém, o Botafogo foi surpreendido. Aos 2 minutos, Dione recebeu na intermediária e colocou no canto do goleiro Deivity para abrir o placar.

O Tricolor não se abateu e empatou. Aos 4 minutos, Gustavo Xuxa cobrou falta pelo lado esquerdo e mandou direto para o gol: 1 a 1.

Após os gols, o jogo ficou equilibrado. O Campinense tentava impor o ritmo, porém, o Pantera defendia forte e buscava explorar o contra-ataque.

Na reta final da etapa inicial, o Botafogo criou duas boas chances para virar o marcador. Aos 34 minutos, Bruno Michel tabelou com João Diogo e finalizou da intermediária. O goleiro Mauro espalmou para escanteio. Aos 44 minutos, o time saiu em rápido contra-ataque. João Diogo recebeu na esquerda e rolou para o Lucas Delgado, que finalizou por cima do travessão.

Na etapa complementar, a primeira chance de gol foi do rival. Dione cobrou falta e o goleiro botafoguense espalmou para escanteio.

Na sequência, o Botafogo subiu a marcação e passou a pressionar o adversário. Aos 5 minutos, Gustavo Xuxa bateu falta e Mauro espalmou. Quatro minutos depois, o camisa 10 cobrou escanteio e, após um bate-rebate, Pedro Henrique colocou a mão na bola, pênalti. O próprio Gustavo Xuxa cobrou com categoria, deslocou o goleiro e virou o marcador.

Com a vantagem no placar, Paulo Baier fez duas modificações. Ele colocou o meio-campista Thiaguinho e o atacante Luketa nos lugares de Gustavo Xuxa e Lucas Delgado, respectivamente. Aos 21 minutos, Bruno Michel fez boa jogada pela direita e cruzou para o prata da casa empurrar para o gol e marcar o terceiro.

Com a vitória parcial, o Botafogo passou a controlar o ritmo do jogo. Já o Campinense tentava chegar com bolas levantadas na área. Quando conseguia finalizar, o goleiro Deivity estava atento e praticou boas defesas após lances de cabeça.

Assim, o Tricolor manteve a vantagem e conquistou a terceira vitória consecutiva.

BOTAFOGO X CAMPINENSE
LOCAL: Estádio Amigão, em Campina Grande
COMPETIÇÃO: 13ª Rodada Série C do Brasileiro
DATA: 03/07/2022
HORÁRIO: 18h
ÁRBITRO: Paulo Henrique de Melo Salmazio (MS)
ASSISTENTES: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Leandro dos Santos Ribeiro (MS)
CARTÕES AMARELOS: Lucas Delgado (Botafogo), Gustavo Xuxa (Botafogo), Deivity (Botafogo), Thiaguinho (Botafogo) e Luketa (Botafogo); Caíque (Campinense), Cleilton (Campinense), Emerson (Campinense) e Hugo Freitas (Campinense)
CARTÕES VERMELHOS:
GOLS: Dione (Campinense), aos 2 minutos do primeiro tempo; Gustavo Xuxa (Botafogo), aos 4 minutos do primeiro tempo; Gustavo Xuxa (Botafogo), aos 13 minutos do segundo tempo (Botafogo); Luketa, aos 21 minutos do segundo tempo (Botafogo)
BOTAFOGO: Deivity; Ericson, Guerra e Marcel; Vidal, Fillipe Soutto (Matheus Carvalho), Gustavo Xuxa (Thiaguinho) e Jean Victor; João Diogo (Dudu), Lucas Delgado (Luketa) e Bruno Michel (Tiago Reis). Treinador: Paulo Baier.
CAMPINENSE: Mauro Iguatu; Oliveira (Macena), Pedro Vitor, Cleiton, e Emerson; Magno (Juninho), Jeferson Lima, Dione e Luiz Fernando (Caíque); Pedro Henrique (Willian Mocaca) e Olávio (Hugo Freitas). Treinador: Ranielle Ribeiro.