Com golaço, Botafogo vence o Criciúma e cola no G-4 - Botafogo Futebol SA

Notícias do Botafogo Orgulho de Ribeirão

julho 13 2021 0comment

Com golaço, Botafogo vence o Criciúma e cola no G-4

Agência Botafogo
imprensa@botafogofutebolsa.com.br

Com um golaço do lateral direito Rodrigo, o Botafogo venceu o Criciúma por 3 a 1, nesta segunda-feira (12), no Estádio Santa Cruz, pela sétima rodada da Série C do Campeonato Brasileiro.

O camisa dois marcou o segundo gol do Tricolor na partida, aos 33 minutos da etapa inicial. Ele cobrou uma falta com força da intermediária e acertou o ângulo do goleiro rival. Antes, Neto Pessôa abriu o placar, aos 16 minutos. O terceiro foi de Rafael Tavares, aos 48 minutos do segundo tempo.

Com a vitória, o Pantera ocupa a quinta colocação, com 12 pontos –um a menos do que o Novorizontino e Ituano, terceiro e quarto colocados, respectivamente. O líder é o Ypiranga-RS com 16 pontos, seguido do Criciúma, que soma 14 pontos.

Agora, o Botafogo volta a campo no sábado (17), às 17h, quando enfrenta o Figueirense no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série C.

O JOGO

O treinador Argel Fuchs montou a equipe com o atacante Walter de titular. Ele formou o sistema ofensivo com Ariel e Neto Pessôa, que começou o jogo pelo lado esquerdo do campo. A outra novidade foi o volante John Everson, que retornou após cumprir suspensão.

Com essa formação, o Botafogo tentou tomar a iniciativa da partida. Porém, o Criciúma marcava forte e explorava o contra-ataque. Assim, o time catarinense ameaçou primeiro. Aos 11 minutos, Dudu Figueiredo recebeu na intermediária, carregou e bateu forte para boa defesa de Igor Bohn.

A resposta do Botafogo foi praticamente imediata. Aos 12 minutos, Gustavo Xuxa girou sobre o adversário e finalizou rente à trave do goleiro Gustavo. Quatro minutos depois, Walter apareceu. O camisa 18 recebeu de costas, fez o pivô e tocou para Neto Pessôa, que passou pelo rival na velocidade e chutou forte para fazer 1 a 0.

Com o gol, o Tricolor manteve a tranquilidade e quase ampliou. Aos 29 minutos, Gustavo Xuxa cobrou falta sem ângulo, a bola desviou e exigiu excelente defesa de Gustavo. Aos 33, o Pantera aumentou. Rodrigo cobrou falta de longa distância e mandou no ângulo: 2 a 0.

O Criciúma não desistiu. Três minutos depois, Fellipe Mateus cobrou uma falta com perfeição e diminuiu.

No segundo tempo, o Botafogo tentou marcar forte e explorar o contra-ataque. Assim, o Criciúma passou a insistir nas bolas alçadas para a área. A equipe catarinense ainda criou duas boas chances, mas parou no goleiro Igor Bohn.

Já o Pantera também teve duas boas chances. Aos 31, prata da casa Bruno Santos ganhou a bola no campo de ataque, avançou pela esquerda e bateu cruzado, mas Hélio Paraíba não chegou a tempo. Nos acréscimos, o Tricolor ampliou e definiu o marcador após cruzamento de Bruno Santos para Rafael Tavares, que finalizou de primeira e fez 3 a 1.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X CRICIÚMA
LOCAL: Estádio Santa Cruz
DATA: 12 de julho, segunda-feira
HORÁRIO: 20h (de Brasília)
ÁRBITRO: Rodrigo Batista Raposo
ASSISTENTES: Kleber Alves Ribeiro e Lucas Guerra
GOLS: Neto Pessôa, aos 16 minutos do primeiro tempo (Botafogo); e Rodrigo, aos 33 minutos do primeiro tempo (Botafogo); Rafael Tavares, aos 48 minutos do segundo tempo (Botafogo); Fellipe Mateus, aos 36 minutos do primeiro tempo (Criciúma).
CARTÕES AMARELOS: Gustavo Xuxa, Rafael Tavares, Walter, Caetano, Bruno Santos e Yan Victor (Botafogo); Dudu Figueiredo e Hygor (Criciúma)
BOTAFOGO: Igor Bohn; Rodrigo, Diego Guerra, Yan Victor e Pará; John Everson, Caetano e Gustavo Xuxa (Rafael Tavres); Ariel (Marlon), Walter (Bruno Santos) e Neto Pessôa (Hélio Paraíba). Técnico: Argel Fuchs.
CRICIÚMA: Gustavo; Alemão, Rodrigo, Marcel e Hélder; Dudu Vieira, Eduardo (Maranhão) e Dudu Figueiredo; Hygor (Gabriel Henrique), Luiz Paulo (Marcão) e Fellipe Mateus. Técnico: Paulo Baier.