Notícias do Botafogo Orgulho de Ribeirão

fevereiro 10 2022 0comment

Com boa atuação, Botafogo vence o Guarani fora de casa e cola na vice-liderança

Agência Botafogo
imprensa@botafogofutebolsa.com.br

Com uma atuação convincente, o Botafogo venceu o Guarani por 2 a 0, neste quarta-feira (9), no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela quinta rodada dia Paulistão-2022.

Os gols do Tricolor foram marcados no primeiro tempo. Aos 10 minutos, o lateral esquerdo Jean Victor abriu o placar. Aos 32, Tiago Reis ampliou com um golaço.

Com a vitória, o Pantera manteve a quarta colocação do Grupo C, com oito pontos –mesma pontuação do Mirassol, vice-líder, e do Ituano, terceiro colocado, que levam vantagem nos critérios de desempate. O líder da chave é o Palmeiras, que soma dez pontos e tem um jogo a menos.

Na classificação geral, o Botafogo ocupa a quinta posição.

Agora, o Tricolor volta a campo para enfrentar o Água Santa, no sábado (12), às 16h, no Estádio Santa Cruz, pela sexta rodada da competição.

O JOGO

Com o objetivo de conquistar a reabilitação, o treinador Leandro Zago promoveu mudanças no sistema defensivo e ofensivo.

Na defesa, o treinador escalou Joseph, que retornou ao time após ser diagnosticado com Covid, no lugar de Diego Guerra. Assim, o volante Tárik atuou pela esquerda para formar a linha de três defensores. A outra mudança foi a volta do lateral esquerdo Jean Victor, substituindo Martineli.

Já a terceira modificação foi no ataque com a entrada de Dudu no lugar de Bruno Michel.

Com essa formação, o Tricolor procurou marcar forte atrás da linha de meio campo e explorar os contra-ataques. E a tática deu certo. Aos 10 minutos, Marlon arrancou pela direita e cruzou para o lateral Jean Victor, que dominou, ajeitou e encheu o pé para fazer 1 a 0.

Melhor em campo, o Tricolor quase ampliou aos 17 minutos, quando Jean Victor cobrou falta com violência e a bola passou raspando a trave.

A melhor chance do Guarani foi com Matheus Ludke, que completou de cabeça um cruzamento da esquerda e Deivity defendeu com segurança.

Com a estratégia do início do jogo, o Pantera ameaçou mais duas vezes. Aos 21, Dudu arrancou pela esquerda e tocou para Tiago Reis, que na entrada da grande área finalizou para fora.

Onze minutos depois, o camisa nove foi lançado por Matheus Carvalho e deu um toque de categoria para encobrir o goleiro rival e ampliar para 2 a 0.

No segundo tempo, o Botafogo manteve o seu estilo de jogo e criou várias chances para ampliar o marcador. Aos 8 minutos, Jean Victor cobrou muito bem a falta, mas Kozlinski espalmou para escanteio.

Quatro minutos depois, Dudu escapou e saiu na cara do goleiro rival, que fez boa defesa. Na sequência, Joaquim Henrique cabeceou após cobrança de escanteio e exigiu outra bela defesa de Kozlinski.

Com a defesa botafoguense bem postada, o Guarani só ameaçou aos 31 minutos. Lucão do Break finalizou da direita e Maxwell perdeu na pequena área.

Nos contra-ataques, o Botafogo perdeu outras duas excelentes oportunidades de aumentar o marcador com Bruno Michel, que entrou na vaga de Matheus Carvalho. Porém, Bruno Michel errou as finalizações e a partida terminou com a vitória do Botafogo sobre o Guarani por 2 a 0.

FICHA TÉCNICA
GUARANI X BOTAFOGO
LOCAL: BRINCO DE OURO DA PRINCESA, EM CAMPINAS
5ª RODADA
COMPETIÇÃO: Campeonato Paulista
DATA: 09/02/2022
HORÁRIO: 21h30 (de Brasília)
ÁRBITRO: Matheus Delgado Candançan
ASSISTENTES: Luiz Alberto Andrini Nogueira e Leonardo Tadeu Pedro
VAR: Daiane Muniz dos Santos
CARTÕES AMARELOS: Derlan (Guarani), Jean Victor (Botafogo), Joseph (Botafogo), Matheus Pereira (Guarani)
CARTÕES VERMELHOS:
GOLS: Jean Victor, aos 10 minutos do primeiro tempo (Botafogo) e Tiago Reis, aos 32 minutos do primeiro tempo (Botafogo)
BOTAFOGO: Deivity (Rafael Pascoal); Joseph, Joaquim Henrique e Tárik; Marlon, Emerson, Fillipe Soutto, Matheus Carvalho (Bruno Michel) e Jean Victor; Dudu (Morales) e Tiago Reis (Hélio Paraíba). Treinador: Leandro Zago
GUARANI: Kozlinski; Matheus Ludke (Rodrigo Andrade), Ernando, Derlan e Matheus Pereira; Bruno Silva, Índio (Eduardo Pearson) e Giovanni Augusto; Júlio César (Ronald), Yago (Maxwell) e Lucão do Break. Treinador: Daniel Paulista