Capitão do acesso, Plínio se despede e diz que Botafogo está no caminho certo - Botafogo Futebol SA

Notícias do Botafogo Orgulho de Ribeirão

dezembro 03 2019 0comment

Capitão do acesso, Plínio se despede e diz que Botafogo está no caminho certo

Luiz Cosenzo
luizcosenzo@botafogofutebolsa.com.br

Capitão do acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro, o zagueiro Plínio, 35, se despediu oficialmente do Botafogo no início desta semana. Confira o vídeo.

Em conversa com o programa Resenha Tricolor, o “capita”, como é carinhosamente chamado pelo elenco e funcionários do clube, afirmou que o acesso para a Série B foi o momento mais marcante de sua carreira.

“Já tive vários momentos especiais na minha carreira, mas o principal foi o acesso com o Botafogo para a Série B do Brasileiro. Na oportunidade, perdemos fora de casa e tínhamos a responsabilidade de ganhar no Santa Cruz. Nosso time estava muito bem, mas a bola não entrava. Quando subiu a placa dos acréscimos, imaginei que seria difícil e começou a bater o desânimo. Porém, quando saiu o gol do Caio Dantas tive a certeza que conquistaríamos o acesso nos pênaltis”, contou o zagueiro.

“Nem meu pai acreditava mais. No momento do gol, ele já estava praticamente dentro do carro. Foi uma situação marcante. Acredito que os torcedores não vão esquecer este momento tão cedo. Como capitão do acesso vou ficar marcado na história do Botafogo. Hoje, sou um torcedor do Botafogo”, acrescentou.

Plínio chegou ao Botafogo no início de dezembro de 2017. Neste período, disputou duas vezes o Campeonato Paulista, uma vez a Série C do Brasileiro e agora a Série B.

Com 45 jogos com a camisa botafoguense (marcou um gol) e dois anos de clube, o zagueiro disse que vê a equipe no caminho certo para chegar à elite do futebol brasileiro.

“O Botafogo está colhendo frutos e vem numa crescente muito grande. Hoje, temos essa estrutura da Arena Eurobike. Com essa transformação no estádio, sendo agora um clube empresa, o Botafogo vai colher muitos frutos. Espero ver o Botafogo em breve na Série A”, afirmou ele, que elogiou a diretoria, funcionários e os torcedores botafoguenses.

“Quero agradecer muito ao Botafogo, a receptividade que tive no clube. Um ambiente alegre, todos os funcionários me receberam muito bem desde o primeiro dia”.

O capitão do acesso afirmou também que pretende jogar por mais duas temporadas e encerrar a carreira.

“Estou chegando na fase final da minha carreira. Talvez, jogue mais dois ou três anos. Meu sonho é terminar bem. Enquanto estiver jogando bem, quero continuar jogando”, comentou.