Notícias do Botafogo Orgulho de Ribeirão

abril 17 2022 0comment

Botafogo vence o 2º jogo consecutivo e se mantém na liderança da Série C

Agência Botafogo
imprensa@botafogofutebolsa.com.br

Com gols de Diego Guerra e Matheus Carvalho, o Botafogo venceu o Botafogo-PB por 2 a 1, neste domingo (17), no Estádio Santa Cruz, pela segunda rodada da Série C do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Tricolor soma seis pontos e continua na liderança da competição –mesma pontuação do Floresta-CE, que leva desvantagem no saldo de gols e ocupa a segunda posição.

Mirassol, Aparecidense e Campinense, que ainda jogam neste domingo, também podem terminar a rodada com seis pontos.

Agora, o Pantera vai enfrentar o Brasil de Pelotas no próximo sábado (23), às 11h, em Pelotas.

O JOGO

No duelo diante do Botafogo-PB, o treinador Leandro Zago promoveu duas alterações na equipe considerada titular. Marlon retornou ao time no lugar de Luis Morales, enquanto o zagueiro Gustavo Henrique, contratado na última segunda-feira, substituiu Guilherme Mantuan, lesionado. Assim, Tárik formou o meio de campo ao lado de Fillipe Soutto.

Mesmo com essas mudanças, o Botafogo manteve o seu estilo de jogo e tentou pressionar o adversário desde o início. Aos 6 minutos, Jean Victor roubou a bola no campo de defesa, avançou e do meio de campo tentou de cobertura. A bola saiu por cima do travessão.

Controlando a partida, o Tricolor abriu o placar aos 18 minutos, quando Jean Victor cobrou falta na cabeça de Diego Guerra, que desviou do goleiro e fez 1 a 0.

Com o gol, o Pantera manteve o controle do confronto. Já o rival paraibano tentava sair para o jogo, mas não criou dificuldades para o goleiro Deivity na etapa inicial. Aos 39 minutos, Matheus Carvalho quase ampliou. Ele saiu na cara do gol, mas perdeu o ângulo. O camisa 21 ainda rolou para Marlon, que não conseguiu completar o lance.

Quando o primeiro tempo estava para terminar, o Botafogo aumentou o placar. Aos 46 minutos, Jean Victor fez o lançamento para Bruno Michel, que ganhou do zagueiro, driblou o adversário e deixou para Matheus Carvalho encher o pé e mandar no ângulo: 2 a 0.

Na etapa complementar, o Tricolor voltou com a mesma postura e quase fez o terceiro com o próprio Matheus Carvalho, que chutou dentro da grande área, mas a bola pegou no defensor rival.

Com a derrota, o time paraibano saiu mais para o jogo e insistiu nos cruzamentos para a área. Aos 15 minutos, Gustavo Coutinho cabeceou e Deivity defendeu. Antes, Deivity tentou sair jogando e chutou, a bola bateu em Gustavo Coutinho e saiu rente à trave.

O treinador Leandro Zago mexeu na equipe e colocou Dudu e Lucas Delgado. Na primeira bola, o atacante argentino, que fazia sua estreia, obrigou o goleiro Lucas Ferreira a praticar boa defesa.

Após os 20 minutos, a equipe paraibana chegou três vezes com perigo. Na primeira, Kesley encheu o pé da intermediária e Deivity espalmou para escanteio. Na sequência, Edvan cabeceou e o goleiro pegou outra vez. Aos 26, Gustavo Coutinho diminuiu de cabeça.

Apesar do gol tomado, o Tricolor conseguiu controlar a partida e manteve o resultado até o final.

BOTAFOGO X BOTAFOGO-PB
LOCAL: Estádio Santa Cruz/Arena Eurobike
COMPETIÇÃO: 2ª Rodada Série C do Brasileiro
DATA: 17/04/2022
HORÁRIO: 11h
ÁRBITRO: Djonaltan Costa de Araujo (PA)
ASSISTENTES: Luís Diego Nascimento Lopes (PA) e Rafael Bastos Cardoso (PA)
CARTÕES AMARELOS: Marlon, Matheus Carvalho, Gustavo Henrique e Dudu (Botafogo); Diego e Gabriel Yanno (Botafogo-PB)
CARTÕES VERMELHOS:
GOLS: Diego Guerra, aos 18 minutos do primeiro tempo (Botafogo); Matheus Carvalho, aos 46 minutos do primeiro tempo (Botafogo); Gustavo Coutinho, aos 26 minutos do segundo tempo (Botafogo-PB)
BOTAFOGO: Deivity; Gustavo Henrique, Diego Guerra e Saucedo (Thiaguinho); Marlon (Ericson), Tárik, Fillipe Soutto e Jean Victor; Matheus Carvalho (João Diogo), Tiago Reis (Lucas Delgado) e Bruno Michel (Dudu). Treinador: Leandro Zago
BOTAFOGO-PB: Luís Carlos (Lucas Ferreira); Elias (Edvan), Gabriel Yano, Paulo Vitor e Bruno Ré (Alessandro); Pablo, Ratinho, Esquerdinha e Alan Grafite (Nícolas); Tinga (Kesley), Gustavo Coutinho e Leílson. Treinador: Gerson Gusmão