Botafogo sofre gol nos acréscimos e perde em Campinas - Botafogo Futebol SA

Notícias do Botafogo Orgulho de Ribeirão

setembro 05 2020 0comment

Botafogo sofre gol nos acréscimos e perde em Campinas

Luiz Cosenzo
luizcosenzo@botafogofutebolsa.com.br

O Botafogo perdeu da Ponte Preta por 1 a 0, nesta sexta-feira (4), no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O único gol do jogo foi marcado nos acréscimos do segundo tempo após uma infelicidade do lateral esquerdo Gilson, que tentou recuar para o goleiro Darley.

Com o resultado, o Pantera soma oito pontos após oito jogos disputados na competição.

A equipe volta a campo agora no dia 12, quando enfrenta o Náutico, às 19h, no Estádio dos Aflitos.

O JOGO

Ainda sem o meia-atacante Matheus Anjos, vetado pelo departamento médico, o treinador Claudinei Oliveira escalou o Botafogo no esquema 4-1-4-1. As novidades foram o lateral direito Val, o volante Naldo e os atacantes Wellington Tanque e Luketa. Eles substituíram Jeferson, Guilherme Romão, Gustavo Henrique e Ronald.

Com essa formação, o Tricolor manteve a estratégia de jogo de marcar forte e explorar o contra-ataque. Assim, o Pantera conseguiu controlar o jogo. Já a Ponte Preta não conseguia penetrar pela defesa botafoguense.

A primeira grande chance aconteceu aos 27 minutos, quando Bolt enfiou para Luketa, que cortou para o fundo e bateu forte na direção de Tanque. O camisa nove, porém, concluiu para fora.

O Botafogo rondou a área adversária, mas não conseguia concluir com perfeição. Luketa recebeu na meia-lua, no entanto, finalizou por cima. Antes de terminar a etapa inicial, Rafinha enfiou para Tanque, que deixou a bola passar para Naldo. O volante tentou tirar de Ivan, que conseguiu cortar o lance com o pé.

Já a Ponte Preta chegou com perigo numa cabeça de Luizão, que Darley defendeu com tranquilidade, e após uma cabeçada de Matheus Peixoto, que saiu raspando a trave.

No segundo tempo, o Botafogo voltou melhor e ameaçou em dois lances. Logo no primeiro minuto, Val cruzou para Naldo, que dentro da grande área concluiu para fora. Quatro minutos depois, Rafinha cortou para o meio e encheu o pé, mas Ivan espalmou.

Depois dos dez minutos, a Ponte Preta melhorou e passou a controlar o jogo. Aos 21 minutos, Yuri recebeu sozinho na direita e cruzou. A bola passou por Darley, mas Robson cortou na pequena área. Aos 29 minutos, Matheus Peixoto ficou com a sobra dentro da área e bateu forte para excelente defesa do goleiro botafoguense.

Quando a partida caminhava para terminar empatada, a Ponte Preta chegou ao gol. O goleiro Ivan deu um balão, Gilson tentou desviar para o goleiro Darley e a bola acabou entrando.


FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA X BOTAFOGO
LOCAL: 
Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas
DATA: 4 de setembro, sexta-feira
HORÁRIO: 21h30 (de Brasília)
ÁRBITRO: Thiago Luís Scarascati
ASSISTENTES: Fabrini Bevilaqua Costa e Leandro Matos Feitosa
CARTÕES AMARELOS: Val, Victor Bolt (Botafogo); Matheus Peixoto, Luizão e Wellington Carvalho (Ponte Preta)
CARTÃO VERMELHO: Edson Júnior (Botafogo); Danrley (Ponte Preta)
GOL: Gilson, aos 46 minutos do segundo tempo (gol contra)
PONTE PRETA: Ivan, Apodi (Danrley), Wellington Carvalho, Luizão e Guilherme Lazaroni; Dawhan, Luís Oyama (Bruno Reis) e Neto Moura (Yuri); Guilherme Pato (Osman), Matheus Peixoto e Moisés (Bruno Rodrigues). Treinador: João Brigatti
BOTAFOGO: Darley; Val (Ferreira), Róbson, Jordan e Gilson; Elicarlos (Walisson Maia), Luketa, Naldo (Edson Júnior), Bolt (Dodô) e Rafinha (Calabres); Wellington Tanque. Treinador: Claudinei Oliveira