Notícias do Botafogo Orgulho de Ribeirão

julho 16 2022 0comment

Botafogo perde do Figueirense fora de casa, mas se mantém no G-8

Agência Botafogo
imprensa@botafogofutebolsa.com.br

O Botafogo criou boas oportunidades, mas parou no goleiro Wilson e perdeu para o Figueirense por 2 a 1, neste sábado (16), no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 15ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro.

O gol botafoguense foi marcado por Gustavo Xuxa, aos 22 minutos do primeiro tempo. O camisa 10 recebeu de Lucas Delgado e, da intermediária, chutou forte para empatar a partida, já que o rival saiu na frente. No segundo tempo, a equipe da casa marcou o gol da vitória

Apesar do revés, o Tricolor continua no G8 da competição. Atualmente, ocupa a quinta posição com 23 pontos. O time, porém, pode perder até duas colocações até o final da rodada.

O Pantera volta a campo pela competição nacional no próximo sábado (23), às 11h, quando enfrenta o São José-RS em Porto Alegre. Antes, porém, tem um compromisso pela Copa Paulista. Na terça-feira (19), encara o Sertãozinho no Estádio Frederico Dalmaso, às 19h, em Sertãozinho.

O JOGO

Com o objetivo de conquistar mais um resultado positivo, o treinador Paulo Baier escalou o Botafogo praticamente com a mesma formação da última partida. A única novidade foi a entrada do goleiro Deivity no lugar de Rafael Pascoal.

Com essa formação, o Tricolor criou a primeira chance. Aos 7 minutos, Bruno Michel recebeu pela direita, cortou para o meio e, da entrada da área, finalizou para defesa do goleiro Wilson.

Logo depois, o time catarinense respondeu com duas finalizações. Andrew e Rodrigo Bassini tentaram de fora da área e Deivity segurou.

O Tricolor respondeu aos 14 minutos, quando Bruno Michel tabelou com Gustavo Xuxa, cortou novamente para o meio e colocou no cantinho, mas Wilson se esticou e espalmou.

No lance seguinte, o Figueirense abriu o placar. Léo Arthur dominou, fintou e mandou no ângulo do goleiro Deivity para fazer 1 a 0.

O Pantera não se abateu e buscou o empate. Aos 22 minutos, Lucas Delgado tocou para Gustavo Xuxa, que se livrou da marcação e bateu para o gol. O goleiro Wilson não conseguiu segurar e a bola entrou: 1 a 1.

Após a metade da etapa inicial, o Figueirense teve mais posse de bola e tentou cruzamentos para a área, mas sem exigir do goleiro Deivity.

No segundo tempo, o time da casa começou pressionando e Deivity fez boa defesa no arremate de Léo Arthur, logo no primeiro minuto. Na sequência, Tito desperdiçou uma chance de cabeça.

Após esse lance, o Botafogo dominou a partida e exigiu boas defesas de Wilson. Aos 6 minutos, Jean Victor cruzou para Lucas Delgado, que cabeceou e o goleiro pegou. Dez minutos depois, Fillipe Soutto levantou para Vidal que, dentro da grande área, não conseguiu acertar o chute com força. Na sequência, Jean Victor ganhou a dividida e encheu o pé para outra defesa de Wilson.

Quando o Tricolor dominava a partida, o Figueirense achou o segundo gol. Após cruzamento da direita, Deivity saiu de soco e tirou para fora da grande área, mas Matheus Claudino devolveu de cabeça, a bola passou entre os defensores e atacantes e entrou no cantinho.

Perdendo, o Pantera se lançou para o ataque e Wilson fez um milagre. Aos 35 minutos, Kadu Barone cruzou, João Diogo desviou de cabeça na pequena área. A bola ainda sobrou para Matheus Carvalho, que foi travado por Wilson. No rebote, Vidal bateu forte e o goleiro pegou novamente.

Na reta final, Lucas Delgado recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Mesmo com um a menos, Paulo Baier tirou Vidal e colocou Luketa. Nos acréscimos, Luketa tocou para João Diogo, que concluiu e Wilson segurou para garantir a vitória dos donos da casa.

BOTAFOGO X FIGUEIRENSE
LOCAL: ESTÁDIO ORLANDO SCARPELLI
COMPETIÇÃO: 15ª Rodada Série C do Brasileiro
DATA: 16/07/2022
HORÁRIO: 15h
ÁRBITRO: André Luís Policarpo Bento
ASSISTENTES: Ricardo Junio de Souza e Magno Arantes Lira
CARTÕES AMARELOS: Jean Victor, Lucas Delgado e Tárik (Botafogo); Zé Mário, Andrew e Luis Fernando (Figueirense)
CARTÕES VERMELHOS: Lucas Delgado (Botafogo)
GOLS: Léo Arthur, aos 17 minutos do primeiro tempo (Figueirense); Gustavo Xuxa, aos 22 minutos do primeiro tempo (Botafogo); Matheus Claudino, aos 29 minutos do segundo tempo (Figueirense)

BOTAFOGO: Deivity; Ericson, Guerra e Marcel; Vidal (Luketa), Tárik (Matheus Carvalho), Fillipe Soutto, Gustavo Xuxa (Thiaguinho) e Jean Victor (Kadu Barone); Lucas Delgado e Bruno Michel (João Diogo). Treinador: Paulo Baier.
FIGUEIRENSE: Wilson; Muriel (Gustavo Ramos), Maurício, Luís Fernando e Zé Mário (Clayton); Oberdan, Rodrigo Bassani (Mário Henrique) e Léo Arthur (Matheus Claudino); Andrew, Tito (Gustavo Henrique) e Jean Silva. Treinador: Júnior Rocha