Botafogo luta até o final, mas perde do Mirassol fora de casa - Botafogo Futebol SA

Notícias do Botafogo Orgulho de Ribeirão

abril 22 2021 0comment

Botafogo luta até o final, mas perde do Mirassol fora de casa

Agência Botafogo
imprensa@botafogofutebolsa.com.br

O Botafogo perdeu do Mirassol por 2 a 1, nesta quarta-feira (21), no Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

Com o resultado, o Tricolor ocupa agora a 14ª posição na classificação geral com seis pontos, contra cinco do São Bento, que hoje é o penúltimo colocado. 

Já no Grupo 1, o Pantera está na quarta colocação. O time possui a mesma pontuação que a Inter de Limeira e Santo André, segundo e terceiro colocados, respectivamente, da chave. O líder é o Corinthians, que soma 18 pontos. Os dois primeiros colocados de cada grupo avançam às quartas de final da competição.

O revés também acabou com a invencibilidade de Argel Fuchs no comando da equipe botafoguense. Desde a chegada do treinador, o Botafogo acumulava uma vitória (Ituano) e dois empates (Santos e Palmeiras). 

Agora, o Tricolor volta a campo no domingo (25), às 22h15, quando enfrenta o São Caetano no Estádio Santa Cruz.

O JOGO

Satisfeito com o comportamento do time nos jogos anteriores, o treinador Argel Fuchs fez apenas uma alteração na formação titular. Ele colocou John Everson no lugar de Renatinho. Luketa também começou jogando novamente na vaga de Dudu, que passou por uma cirurgia. 

Com essa formação, o Botafogo apostava na marcação forte e nos contra-ataques. Já o Mirassol tinha a posse de bola. 

Desta forma, o Botafogo chegou primeiro. Aos 5 minutos, Richard recebeu na esquerda e rolou para Luketa, que chutou na defesa adversária.

Depois deste lance, o Mirassol criou duas boas chances. Aos 15 minutos, Diego Gonçalves finalizou da entrada da área e Igor Bohn espalmou. Dois minutos depois, Cássio Gabriel tentou novamente, a bola desviou e o goleiro botafoguense defendeu. O lance ainda sobrou para Pedro Lucas, que acertou o travessão na primeira tentativa e, na sequência, exigiu boa defesa de Igor Bohn, que colocou para escanteio. Na cobrança, o camisa nove rival cabeceou e Igor salvou outra vez.

No contra-ataque, Luketa desceu pela esquerda e concluiu para defesa segura de Muralha.

O Mirassol chegou novamente aos 35 minutos, quando Pedro Lucas foi derrubado dentro da área por Igor Bohn. Diego Gonçalves cobrou e fez 1 a 0.

O Botafogo não se abateu. Aos 44 minutos, Pará bateu escanteio e Neto Pessôa cabeceou com estilo para deixar tudo igual: 1 a 1.

No segundo tempo, o Tricolor voltou melhor postado em campo, enquanto o Mirassol tentava controlar o jogo. Porém, o goleiro Igor Bohn foi pouco exigido.

A melhor oportunidade foi do Pantera. Aos 27 minutos, Pará cobrou escanteio e Fabão cabeceou por cima. Nove minutos depois, Renatinho levantou e o zagueiro mandou para fora.

O Mirassol, porém, aproveitou a chance. Aos 37, Oyama enfiou para Moraes, que tocou na saída de Igor. O lance foi checado pelo VAR, que validou o gol.

O Pantera não se abateu e teve duas excelentes oportunidades nos acréscimos, mas Edgar e Richard não aproveitaram.

FICHA TÉCNICA
MIRASSOL X BOTAFOGO
LOCAL: José Maria de Campos Maia
DATA: 21 de abril, quarta-feira
HORÁRIO: 22h15 (de Brasília)
ÁRBITRO: Flávio Roberto Mineiro 
ASSISTENTES: Neusa Ines Back e Miguel Ribeiro da Costa
VAR: Salin Fende Chavez
GOLS: Diego Gonçalves, aos 35 minutos do primeiro tempo (Mirassol); Neto Pessôa, aos 44 minutos do primeiro tempo (Botafogo); Moraes, aos 37 minutos do segundo tempo (Mirassol)
CARTÕES AMARELOS: Fabão, Pará e Victor Bolt (Botafogo); Fabrício e Cássio Gabriel (Mirassol)
BOTAFOGO: Igor; Rodrigo Ferreira, Victor Ramos, Fabão e Pará; Victor Bolt (Vinicius Kiss), Emerson (Renatinho) e John Everson; Luketa (Marlon), Neto Pessôa (Edgar) e Richard. Técnico: Argel Fuchs.
MIRASSOL: Alex Muralha; Daniel Borges, Danilo Boza, Reniê e Moraes (Du); Luís Oyama, Neto Moura (Ernandes) e Cássio Gabriel (Rodolfo); Fabrício, Pedro Lucas e Diego Gonçalves (Rafinha). Técnico: Eduardo Baptista.